» Projeto que cria materiais de matemática para ensino de pessoas com deficiência visual é apresentado em Congresso Nacional



FullPage plugin for HTMLArea
A matemática na palma da mão de quem quer aprender e não se intimida com as dificuldades e limitações. Para os integrantes do projeto de extensão "Matemática em mãos: produção e aplicação de materiais táteis na área de Geometria Analítica", esse é um desafio diário e direcionado para estudantes com deficiência visual. Uma iniciativa que rompe as fronteiras do Câmpus Juiz de Fora e serve de exemplo para instituições de todo o Brasil, como aconteceu no último dia 20 de outubro durante o V Congresso Nacional de Educação em Recife (PE). 
A servidora Gabriela Santos Leite, ocupante do cargo de Revisora de Textos em Braille; e o estudante Diego Augusto dos Santos, de Engenharia Mecatrônica, estiveram na capital pernambucana onde mostraram um pouco das ferramentas produzidas a partir da avaliação e apoio de pessoas com baixa visão e cegos que cursam os diversos níveis de escolarização. Além de oportunizar o aprendizado, o projeto busca refletir na inclusão desses estudantes nas aulas, bem como na possibilidade de incentivar docentes a pensar e buscar recursos didáticos a fim de proporcionar um ensino pautado na equidade e qualidade. 
A pesquisa foi iniciada com a preparação dos bolsistas a partir de um aparato científico e metodológico de materiais didáticos adaptados para o público-alvo do projeto. “Pretendemos com o estudo dialogar o ensino e pesquisa a fim de buscar melhorias para os estudantes com deficiência, pois grande parte vive à margem do processo de ensino-aprendizagem, principalmente em disciplinas que possuem apelo visual”, ressalta Gabriela. 
Participam das atividades as servidoras Christiane Ferreira e Ilza Netto, a bolsista de Engenharia Mecatrônica, Karina Machado; o professor Ângelo do Carmo, que disponibilizou suas aulas de Geometria Analítica; e vários especialistas em cursos que abordam a perspectiva de educação inclusiva. Atualmente foram confeccionados recursos didáticos que supre a parte elementar da disciplina e os mesmos foram avaliados por pessoas com deficiência visual para averiguar se era necessário fazer algum tipo de correção. 

Sobre o V Congresso Nacional de Educação

O evento é realizado anualmente tendo como objetivos discutir as vivências educacionais entre profissionais com diferentes atuações; promover o debate sobre as experiências educadoras das escolas e universidade; e apresentar a atualidade das discussões no campo educacional nas atividades da programação. 
De acordo com Gabriela, a participação no congresso é uma boa oportunidade para verificar pesquisas na área de inclusão, bem como práticas educativas que auxilie no processo de ensino/aprendizagem de pessoas com deficiência de modo geral. “Assim, podemos ter mais ideias para implantarmos medidas inclusivas e, futuramente, pesquisas com práticas no IF Sudeste MG para o público-alvo do Núcleo de Ações Inclusivas (NAI) e de outras instituições”. 


Por: Pedro Lima



Postado por: LAURA em 2018-10-24 12:56:24











Periódicos
Domínio
SISU
SiapNet
Acesso
Transparência
Portal
Portal

INSTITUTO FEDERAL DO SUDESTE DE MINAS GERAIS - CAMPUS JUIZ DE FORA

Rua Bernardo Mascarenhas, 1283 - Bairro Fábrica - 36080-001 - JUIZ DE FORA - MG
Telefone(s): Fale Conosco