» Troca de experiências e determinação marcam início das aulas do Pronatec



FullPage plugin for HTMLArea

Uma história, uma vida, uma lição. Experiências compartilhadas em um bate papo informal que representa, e muito, a força e a vontade de quem quer vencer e conquistar seus objetivos. Durante a aula inaugural dos oito curso de Formação Inicial Continuada (FIC) do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) no Campus Juiz de Fora, o clima foi de descontração entre os novos 220 alunos que ingressaram na instituição: momento para fazer novas amizades e iniciar uma nova etapa, para muitos decisiva, na sua trajetória pessoal e profissional. As atividades tiveram início nesta segunda e terça-feira, dias 14 e 15 de maio.


“Muita gente diz que não consegue nada por não ter oportunidade, mas quando aparece não aproveitam. Eu estou aqui porque quero melhorar cada vez mais e essa oportunidade eu jamais poderia deixar escapar”. As declarações são da auxiliar administrativo Cláudia Vieira Santos. Atualmente ela está afastada do trabalho por conta de um problema de saúde que lhe traz dificuldades de locomoção. Mas mesmo diante das dificuldades, ela não desperdiçou a chance de fazer o curso de Operador de Computador. “Quero aproveitar esse tempo para me aperfeiçoar, porque sei que quando retornar ao meu serviço não poderei executar as mesas funções de antes. É uma forma de garantir meu emprego, oferecendo um diferencial no meu perfil profissional”.


A determinação em progredir no trabalho também motiva a auxiliar de serviços gerais Eliane de Fátima Borges Mattos. Trabalhando em uma escola particular, ela se mostra orgulhosa diante da confiança que seus empregadores demonstram ao lhe dar a oportunidade de realizar algumas funções administrativas na secretaria do colégio. “Quando fiquei sabendo que havia a possibilidade de fazer um curso de Auxiliar Administrativo de graça e com todo apoio de transporte, alimentação e material didático não pensei duas vezes. Vi que este era o momento e agarrei com unhas e dentes”.


As 220 vagas oferecidas para os cursos de Serralheiro de Materiais Ferrosos, Programador Web, Operador de Computador, Recepcionista de Eventos, Auxiliar Administrativo, Torneiro Mecânico, Fresador Mecânico e Cuidador de Idosos foram direcionadas para jovens e adultos, de 16 a 59 anos, inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e que tenham, no mínimo, o ensino fundamental incompleto. Os alunos terão como benefícios uma bolsa formação que irá financiar o vale transporte, auxílio alimentação e material escolar. A Seleção foi feita pela Secretaria de Assistência Social da Prefeitura de Juiz de Fora.



Aprendizado em família


A dona de casa Marlene Isméria do Nascimento Santos não perdeu tempo. Quando ficou sabendo dos cursos oferecidos pelo Pronatec providenciou sua matrícula no curso de Operador de Computador. E ela ainda motivou seus dois filhos. “Nós decidimos em conjunto. Agora somos, também, colegas de classe. Eles vão participar de uma etapa muito importante da minha vida”.


O auxiliar de serviços gerais Geraldo Vieira dos Santos também está motivado em acompanhar a mãe neste processo. Mesmo antes de decidirem pelo curso, ele sempre dava dicas de informática para ela. “Minhã mãe é bem curiosa e gosta de trabalhar no computador. Não sou muito habilidoso, mas dava algumas orientações. Agora vamos aprender juntos”.


Superação é a palavra de ordem na casa do funcionário público Lupércio Gonzaga da Silva. Ele retornou aos estudos após 38 anos afastado dos bancos escolares e em 2009 concluiu o ensino médio. “Quando cheguei na sala de aula, muitos colegas fizeram piadas por conta da minha idade. Mas não fiquei triste com isso e segui adiante. Concluí o curso e agora estou em busca da qualificação profissional. Meu orgulho maior é poder dividir este momento com meu filho que vai me acompanhar nas aulas”.


Lupércio e o filho dele, Tales Luís Gomes da Silva, estão matriculados no curso de Frisador Mecânico. A expectativa de ambos é adquirir conhecimento e conquistar uma melhor posição no mercado. “Já trabalho como auxiliar de mecânica e este curso vai me ajudar a melhorar na minha carreira. E a experiência que meu pai tem na área de mecânica será muito importante para aproveitar ainda mais este curso”.


Novos negócios


Abrir uma pequena empresa e oferecer um sérvio de qualidade com preço justo. São estes os motivos que levaram o estudante Daniel Franco a se inscrever no curso de Serralheiro de Materiais Ferrosos. O espaço para o novo negócio já está garantido. “A garagem da minha casa está preparada para montar uma pequena serralheria. Hoje todo mundo precisa de uma janela, porta e esquadro de alumínio. É uma ótima oportunidade e eu vou embarcar nessa”.


Segundo Daniel, seu diferencial frente à acirrada concorrência será a qualidade do serviço prestado por um preço que seja compatível. “Só de ter uma formação profissional em um colégio federal já é uma diferença e tanto na concorrência. E com minha vontade e determinação em abrir meu próprio negócio tenho certeza que vou conseguir um futuro melhor”.



Postado por: em 2012-05-17 15:10:24











Periódicos
Domínio
SISU
SiapNet
Acesso
Transparência
Portal
Portal

INSTITUTO FEDERAL DO SUDESTE DE MINAS GERAIS - CAMPUS JUIZ DE FORA

Rua Bernardo Mascarenhas, 1283 - Bairro Fábrica - 36080-001 - JUIZ DE FORA - MG
Telefone(s): Fale Conosco